Aromaterapia: o poder dos aromas e óleos essenciais

6 minutos para ler

Entre todos os nossos sentidos, o olfato é um que nos traz sensações quase que instantaneamente, como bem-estar, recordações e emoções. O cheiro de bolo lembra a casa da avó, o aroma de lavanda nos deixa mais relaxados e assim por diante. Pensando nisso, você sabe o que é aromaterapia?

Entre os mais diversos tratamentos alternativos, ela é um dos mais populares. Esse método terapêutico utiliza aromas de plantas medicinais para levar mais saúde e bem-estar às pessoas. Quer entender mais sobre como funciona e quais os benefícios dessa terapia? Então, continue a leitura e confira!

Como funciona a aromaterapia?

A aromaterapia é mais poderosa do que se pode imaginar. Ela pode ajudar na prevenção e no tratamento de diversos problemas de saúde, como depressão, ansiedade, sinusite e, até mesmo, acne. Como isso é possível? Ao sentirmos os aromas dos óleos essenciais, mensagens são enviadas ao nosso cérebro, que corresponde e dá ordens aos sistemas que precisam ser melhorados.

Por exemplo, em uma infecção, os aromas de limão e melaleuca sugerem que o sistema imunológico deve ser prontamente ativado para combater os agentes infecciosos. Além dessa questão, o cheiro atua no humor e no emocional, o que também pode causar efeitos fisiológicos.

Por falar nisso, a aromaterapia trabalha diretamente na memória afetiva, podendo ser usada para melhorar o equilíbrio emocional, trazendo sensação de acolhimento. Dessa maneira, ela é muito eficaz no combate à depressão e à ansiedade.

Para prescrever o tratamento, o terapeuta faz uma avaliação física e psicológica. Então, são estabelecidos quais aromas e formas de aplicação poderão ser usados para o melhor efeito da aromaterapia.

Por quais meios aplicar a aromaterapia?

Os óleos essenciais usados na aromaterapia devem ser naturais, extraídos de raízes, troncos, flores, sementes e folhas de vegetais aromáticos. A procedência e a qualidade deles são fundamentais para a eficácia e a segurança do tratamento. A seguir, confira as maneiras como a técnica pode ser aplicada.

Massagens

As massagens relaxantes podem ser potencializadas utilizando os óleos essenciais, que devem ser misturados a outro óleo vegetal para serem aplicados diretamente na pele. É uma ótima maneira de usufruir da aromaterapia e dos benefícios das massagens ao mesmo tempo.

Banhos de ofurô

Os banhos de ofurô são extremamente relaxantes. Imersa na banheira com água na temperatura corporal, a pessoa tem sensações agradáveis que ajudam a amenizar o estresse. Combinados a isso, os óleos essenciais podem ser utilizados de acordo com a necessidade individual.

Inalação

A inalação é feita colocando algumas gotas de óleos essenciais em uma vasilha com água quente, e a pessoa respira aquele vapor por alguns minutos. Essa modalidade é mais utilizada para o auxílio no tratamento de problemas respiratórios, como sinusite e congestão nasal.

Aromatizadores

Os difusores não devem servir apenas para deixar o ambiente com um cheiro mais agradável. Você pode aproveitá-los para obter os benefícios da aromaterapia. Coloque os óleos essenciais conforme a orientação do fabricante do aparelho.

Spray

Os sprays aromáticos também podem ser uma ótima opção para deixar o local com aromas agradáveis e despertar os benefícios da aromaterapia. Espirrar um pouco de óleo essencial (diluído) de lavanda no quarto antes de dormir, por exemplo, pode ajudar a pegar no sono.

Quais são os aromas mais utilizados?

A aromaterapia utiliza diversas plantas em seus tratamentos. Cada uma contém propriedades específicas que podem ser usadas em várias situações. A seguir, confira algumas das mais populares.

Lavanda

A aromaterapia utiliza bastante o óleo essencial de lavanda. Isso porque o perfume ajuda a relaxar, a acalmar e a trazer a sensação de bem-estar. Sendo assim, é muito indicada para reduzir a ansiedade, o estresse e, até mesmo, dores mais leves. É uma ótima opção também para quem quer dormir melhor.

Melaleuca

Também conhecida como tea tree, a melaleuca é uma planta originária da Austrália. O óleo obtido das folhas é um dos mais versáteis na aromaterapia. O seu cheiro é bastante herbal e canforado, sendo bem característico. Ele é fungicida, bactericida e antisséptico, portanto, é utilizado em problemas de pele, como acne e micose.

Alecrim

O alecrim é uma erva muito utilizada na culinária por doar aromas que deixam os alimentos mais saborosos. Na aromaterapia, as suas propriedades são antissépticas, adstringentes e antioxidantes. Ele alivia dores reumáticas e musculares, além de estimular a digestão e o apetite.

A contraindicação é em relação ao uso em gestantes, hipertensos e epiléticos por conta de ser muito estimulante e elevar a pressão sanguínea.

Cravo

O óleo de cravo, além de muito perfumado, é um potente analgésico e anti-inflamatório. Por isso, é usado como auxiliar no tratamento de dores resultantes de inflamações, como tendinite, bursite e miosite. Geralmente, ele é usado em massagens e alongamentos para aquecer o corpo e diminuir as contrações musculares.

Laranja

O óleo essencial de laranja é ótimo para renovar as energias, liberando as ruins e atraindo as boas. Ele ajuda a ter mais tranquilidade para lidar com as dificuldades do dia a dia. Dessa maneira, é indicado para pessoas que estão desanimadas e tendem à depressão e à ansiedade.

Quais são os benefícios da aromaterapia?

Os benefícios da aromaterapia são muitos. Principalmente por ser uma alternativa natural, é uma ótima maneira de alcançar mais bem-estar e qualidade de vida. Veja o que ela pode fazer por você:

  • ajuda no combate ao estresse, à depressão, à ansiedade e à insônia;
  • alivia os sintomas da TPM;
  • ameniza dores de cabeça e musculares;
  • melhora o sistema respiratório;
  • ajuda no tratamento dos sintomas da rinite e da sinusite;
  • auxilia no controle da pressão arterial;
  • reduz problemas de pele, como a acne;
  • ameniza as náuseas.

Agora que você sabe o que é aromaterapia, já pode incluí-la na sua rotina de cuidados e bem-estar. Aposte em massagens, banhos de ofurô e aromatizadores de ambiente para usufruir de todas as propriedades dos óleos essenciais. É interessante buscar a ajuda de um terapeuta para que ele prescreva os melhores aromas para o seu caso.

Gostou do nosso post? Deixe, então, o seu comentário falando sobre as suas impressões. Assim, fica mais fácil a gente trazer conteúdos cada vez mais interessantes. Que tal?

Posts relacionados

Deixe um comentário